23.10.08

Através da Lei da Atração descobri que Deus sempre diz SIM.


O que mais gosto na idéia da Lei da Atração é que nela está incutida a presença de um Deus justo.
Oras, se Deus é justo, como explicar tanta maldade na Terra? Com crianças inocentes nascendo em ambientes insalubres e no meio da guerra, discórdia e miséria. Nunca, encontrei nada que me trouxesse paz interior a essas questões. Afinal, Deus é Todo Poderoso, por que não muda isso? As religiões inocentam a Deus, afirmando que Ele não tem nada a ver com isso. Dizem que o homem criou o mundo que aí está e, por mais que isso nos incomode, elas estão certíssimas. A gente ouve isso desde pequeno, mas como conciliar?

Com a Lei da Atração tive meu momento eureca!. Através dela vejo um Pai amoroso que sempre diz SIM. Sempre disse e, incansavelmente, ainda o diz. Essa é a natureza de Deus. Agora, a qualidade da escolha reside no homem.

Desde que o mundo é mundo, Deus criou um sistema para que isso funcione sem falhas para todo o sempre... Se nós somos capazes criar sistemas (softwares) que operam de forma automática (estamos cercados por essa tecnologia), Deus é capaz de criar algo ainda mais simples, mais funcional e fabuloso. O software de Deus é conhecido por “Peça e será Atendido” e... Você terá tudo aquilo em que concentrar sua mente.

Nada poderia funcionar com mais perfeição. É uma ferramenta simples que nunca falha. É como se Deus dissesse: - Sim, meu filho, você é a manifestação de Deus na Terra, a Centelha Divina com o poder de criar. Mas atenção! Daqui para frente, a glória e a responsabilidade são todas suas.

Isso vem responder a outro questionamento. Quem já se perguntou como Deus pode contabilizar cada pedido e cada castigo na Terra. O Software Peça e será Atendido também cuida dessa área. Na Lei da Atração, o homem é responsável pelo que semeia. Se plantar tempestade, vai colher tempestade. Se plantar amor, terá amor. Se cuidar do seu corpo, terá um corpo saudável. Se tiver bons sentimentos, estará mergulhado neles. Se pensar com sabedoria, construirá um mundo muito melhor.

Sempre soubemos que Ele nos deu o direito de escolha, não é mesmo? Fica claro que somos responsáveis pelo que aí está, mas podemos mudar isso. Salvar o que é bom e eliminar o que é mal. Toda a maldade é fruto da ignorância. Tudo o que produzimos VEM A NÓS, e esse é o principio absoluto da justiça. Se emanar uma energia negativa a quem quer que seja, será você mesmo o único beneficiário dela, pois seu desejo movimenta uma energia e define a qualidade da sua vibração e freqüência, lhe trazendo, exatamente, o que estiver em sintonia com isso.

Se o homem souber que sua mente e suas emoções são ferramentas tão poderosas a ponto de ser necessária absoluta atenção ao que se produz, será muito mais cuidadoso nas suas escolhas.

Mas, voltando às crianças nascidas naqueles lugares insalubres... Gostaria de fazer com que elas soubessem ser tão poderosas, capazes de construir um mundo muito melhor para elas. Quero que tenham esperança e que vislumbrem um mundo de paz e prosperidade. Espero que parem de reproduzir as crenças e os vícios das gerações passadas, que tenham a audácia de pensarem por si mesmas e que descubram um mundo novo. Escrevi meu livro por isso e é por essa razão, também, que desejo dar palestras em espaçcos de apoio à criança carente. Quero que elas descubram ser capazes de semear a grandeza de suas almas por onde quer que passem.

Um comentário:

Anônimo disse...

Cara Patrícia, o conhecimento das Leis Universais nos remete a um responsável, uma mente que corrdena tudo, ao Deus Único. Porém, descobrimos esta grande mente cósmica como muito, totalmente impessoal. Haver conhecido em especial os princípios da Lei Universal da Atração me lançou sem dúvida a um patamar superior de entendimento de muitas coisas relacionados á vida humana, sua relação com o Universo e afins, mas trouxe uma noção trágica da crueza do Universo. O amor deste mente cósmica existe, mas seus padróes são de outra natureza, em relação ao que o ser humano está condicionado a deixar manifestar. Não entendo também, num Universo tão perfeito, profícuo e concebido sob a égide da perfeição, uma criança nascer cega. Estou dispensando explicações baseadas no ponto de vista espírita. Eu só queria entender....
Abraços
Wagner Woelke